Dados do Equador

 

 

Mapa Equador

Monte Cotopaxi, nos Andes, visto de Quito. Com 5.897 m, é o mais alto vulcão em atividade no mundo. Mais de 50 erupções do Cotopaxi foram registradas desde 1738, algumas violentas. Sua cratera possui cerca de 600 m de diâmetro e 366 m de profundidade. O cientista alemão Wilhelm Reiss foi o primeiro a atingir seu topo, em 1872, depois de ser considerado inescalável por outros exploradores, incluindo Alexander von Humboldt que fez a primeira tentativa registrada, em 1802.

 

 

 

Geografia do Equador

Nome: República do Equador. Em espanhol: Republica del Ecuador. Em inglês: Republic of Ecuador.

Capital: Quito.

Tipo de governo: República.

Divisões administrativas: 22 províncias: Azuay, Bolivar, Canar, Carchi, Chimborazo, Cotopaxi, El Oro, Esmeraldas, Galapagos, Guayas, Imbabura, Loja, Los Rios, Manabi, Morona-Santiago, Napo, Orellana, Pastaza, Pichincha, Sucumbios, Tungurahua, Zamora-Chinchipe.

Relevo: planícies costeiras. Montanhoso na região dos Andes (sierra). Terrenos planos na região amazônica (oriente).

Área total: 283.560 km² (costa 2,237 km). Inclui as Ilhas Galápagos.

Ponto mais alto: Chimborazo 6.267 m.

Clima: Tropical ao longo da costa e região amazônica. Torna-se mais frio na região dos Andes.

Porto: Esmeraldas, Guayaquil, La Libertad, Manta, Puerto Bolivar.

 

 

Cotopaxi

 

Mapa Fisico Equador

 

Gente

População: 16 milhões (2016).

Religiões: católicos romanos 74%, evangélicos 10% e outras.

Línguas: espanhol (oficial) 93, línguas indígenas (especialmente quechua) .

Grupos étnicos: mestiços (ameríndios e brancos) 72% outros.

 

Equador

 

 

Copyright © Guia Geográfico - Países da América do Sul.

 

 

 

Ecuador Turismo

 

Economia

O Equador possui recursos substanciais em petróleo, representando 40% dos ganhos com exportações e um quarto das receitas governamentais nos últimos anos. Consequentemente, as variações internacionais do preço do petróleo tem profundo impacto na economia equatoriana. No ano 2000, o Congresso aprovou reformas estruturais e a dolarização da economia, resultando em estabilidade e crescimento econômico. As altas no preço do petróleo, a partir de 2003, beneficiaram enormemente o Equador.

Moeda: dólar americano (USD).

 

 

 

 

Divulgação