Mapas Históricos da América

O entendimento de que a América era um novo mundo levou cerca de três décadas para ser assimilado por toda a comunidade acadêmica europeia de então. Prova disso está no Atlas Português de 1519, elaborado 27 anos após o desembarque de Colombo nas Antilhas. Nesse Atlas, que parece ser uma peça de propaganda, as terras americanas parecem ser indicadas como parte da Ásia.

Teria sido Américo Vespúcio o primeiro a afirmar que as terras lusitanas, por ele visitadas em 1501, seriam um novo mundo. Ao ler os textos de Vespúcio, o cartógrafo alemão Martin Waldseemüller resolveu batizar o Novo Mundo com o nome AMERICA, em homenagem ao navegador florentino, mas seguindo o padrão de toponímia dos demais continentes.

Originalmente, em 1507, a América era a Terra de Santa Cruz e sua extensão até o Oceano Pacífico. Os europeus tomaram conhecimento desse imenso oceano, em 1513, mas, desde 1506, cosmógrafos faziam estrapolações considerando sua existência, como nos casos dos planisférios de Contarini e de Ruysch (1507). O Planisfério de Rosselli (1508) é mais didático sobre o que se pensava da geografia do mundo de então. Mesmo nesses casos, as terras conhecidas do Canadá e Groelândia foram representadas como extensões da Ásia. O Estreito de Bering somente começou a ser registrado em mapas na segunda metade do século 16, como Estreito de Anian.

O Planisfério de Waldseemüller, de 1507, foi um grande avanço, em relação a outros mapas da época, mostrando as terras reivindicadas por portugueses e espanhóis, como um agrupamento nitidamente separado da Ásia.

Até o início do século 16, a América era considerada como parte das Índias por quase todos. Tem até mesmo a lenda de que São Tomé esteve no Brasil, deixada entre os índios pelos primeiros europeus, antes de 1515, pois São Tomé pregou na Índia. Após a constatação de que existia um Novo Mundo, essas terras passaram a ser chamadas de Índias Ocidentais e a denominação América foi estendida a todo o Continente.

Somente nos anos 1520, após a expedição de circunavegação de Fernão de Magalhães (1519-1522), a geografia do mundo passou a ser conhecida de forma mais próxima à real, o que foi expresso na Carta Universal de Diego Ribero, de 1529. Mas ainda levou algum tempo até que todo o litoral americano fosse conhecido e aparecesse em mapas.

Por Jonildo Bacelar

 

América

 

 

 

Guia geo Americas

 

Mercator

 

Cristóvão Colombo

 

America seculo 18

 

Mapas Historicos

 

America Mapas

 

Mapa antigo

 

Americo Vespucio

 

 

Copyright © Guia Geográfico - mapas americanos antigos.

 

 

Mapas Históricos da América